quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Dito por não dito... DIGO

        Um pequeno poema (meio besta) que fiz:

        Gosto-te muito

        Não posso dizer que meu coração bata só por ti
        Pois isto já fazia muito antes
        Não posso afirmar que o ar entre e saia de meus pulmões por ti
        Pois isso, também, já o fazia a tempos
        Não posso te falar que meus pensamentos se voltam única e exclusivamente a ti
        Pois, sendo assim, estaria fardada ao fracasso ao atravesar a rua

        Apesar de tudo posso afirmar-te que meu coração permanece bombeando
        Meus pulmões se inflando
        E meus pensamentos flutuando
        Por gostar-te muito

        Não posso dizer-te que continuo vivendo só por ti
        Mas posso afirmar-te que faz parte integrante da vida em mim
        Não porque sem ti ela não fisesse sentido
        Porém porque contigo ela adiquire outro sentido

        Afinal, todos estamos fardados a nos apaixonar mesmo que por breves instantes, puros segundos.

Linhas

        Ás vezes me sinto mau em escrever nessas folhas listradas. Me sinto presa por escrever respeitando o espaço da linha e sempre uma frase debaixo da outra. Por essas e outras é que as folhas totalmente brancas {não que eu custume usar um caderno de folhas amareas ou verdes, mas acho que foi compreensível o que eu quis dizer [ops, escrever(mas também não é uma forma de passar algo, tipo "dizer"?)]} porque elas me permitem modificar a forma de escrita.
        Sei lá, acho que posso ( e faço muito isso) começar a escrever na direita e terminar no meio, passando para a parte de baixo da folha e depois para cima. Acho que realmente gosto dessas mudanças, sabe, poder me permitir algo, seja lá o que esse algo seja.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Bienvenue dans ma réalité

          Ódio, sofrimento e dor. Esses são meus objetivos. Serei uma máquina de extermínio em massa, na verdade já o sou mas abdiquei, durante muito tempo, de exercer esse poder.
          Estou acima do bem e do mau, pois o principal são minhas regras. Sigo o terceiro caminho, o meu caminho. Minha jornada só acaba quando eu achar que está bom (ou morrer do nada), enquanto isso não acontece explorarei meus poderes. Serei mais irresistível, usarei tudo que tenho e sempre escondi.
          O medo e o remorso já não habitam em mim e esse é o atestado dessa nova fase (minha própria 'nova era').
          Preparem-se para mudanças, que podem não gostar muito. Eu posso perder o que mais gosto mas, como disse, certos medos não me habitam mais.
         A partir de agora não mais sobrevivo, finalmente vivo. E no final só três lembranças permanecem em mim : Kronos, Pâmela e Daniel - Minha mente sempre repete*.

{pequeno ensaio sobre uma mente pertubada}

* Ver "Telegrama de Moscou" de Carlos Drummond de Andrade.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Divulgação

        Esse é um post rápido só pra divulgar, como o nome já diz, sobre as outras coisas que eu escrevo. O Primeiro é o " Diário de um Leprechaun" ( http://diariodeumleprechau.blogspot.com/ ) no qual eu escrevo sobre coisas da minha vida. E o outro é o " Rosenrot"( http://rosenrot2.blogspot.com/ ) no qual eu escrevo umas histórias bizarras que brotam do nada.

domingo, 18 de julho de 2010

Entrevista ( O Livro)

        Para quem não sabe o filme "Entrevista com o Vampiro" é uma adaptação de um livro de mesmo nome e que foi escrito por Anne Rice.
        São poucas as pessoas que realmente já leram algum livro dessa autora norte americana. O mais famoso é o próprio "Entrevista com o Vampiro" porém há uma série de livros que falam dos mesmos personagens como o "O Vampiro Lestat", o "A Rainha dos Condenados" e o " O Vampiro Armand". Esses são livros que quem ama lê vai pegar e não largar mais, muito diferente da narrativa edionda da série "Crepúsculo". Abaixo estão as capas ds livros na ordem que foram citados. 

Entrevista ( O Filme)

        Muito tempo sem escrever. É que estou me dedicando a outras coisas (desculpe-me por ser tão negligente, ou ter só 24 horas por dia) como ver The Big Bang Theory ou ouvir música (acho que fico surda antes dos 20 anos).
        Fato é que a minha vida é uma bagunça mas, mesmo assim, acho tempo pra fazer coisas maravilhosas com ver o filme "Entrevista com o Vampiro".
        Esse " novo",já velho, clássico foi dirigido por Neil Jordan ( o cara ai de cima), o mesmo que dirigiu "Premonição"e "A companhia dos lobos" ( se quizer mais dá uma passada na wiki http://pt.wikipedia.org/wiki/Neil_Jordan). E contando com estrelas como :
 Brad Pitt ( o atromentado Louis)
 Tom Cruise (o encantador Lestat) 
 Antonio Banderas ( o enigmático Armand)

e Kirsten Dunst que fez a malígna Cláudia quando tinha 12 anos.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Tanto Faz


         Faz muito tempo que eu não escrevo. As coisas mudaram muito desde a minha última postagem. Eu passei a escrever em outro lugar http://rosenrot2.blogspot.com/ . Não estou mais namorando, idiotas foram feitos para ficar sozinhos, e estou com problemas. Ou seja, TANTO FAZ AFINAL O QUE EU ESCREVO NÃO VAI MUDAR NADA EM LUGAR NENHUM! Entõ quando estiver mais animada ou coisa assim escrevo mais. Eu tenho percebido que cada vez mais o tempo passa tão rápido e nos distanciamos de nossos objetivos. O meu problema é que não sei qual é o meu objetivo. AFINAL VOCÊ SABE O SEU? 

quarta-feira, 12 de maio de 2010

16 anos ![2]

        Eu já disse que não vejo graça em comemorr aniversário de 16 anos, mas eu não gosto e comemorar o MEU aniversário. Adoro comemorar o aniversário dos outros!
        Eu tenho um amigo muito fofo ( visita ai http://palavrasprapensar.blogspot.com/ ) que faz aniversário na sexta e não sei o que dar de presente pra ele. Não, eu não deixei pra pensar nisso de última hora, eu já estou pensando pensando nisso desde o meu aniversário (no longe 21 de abril) e até agora nada.
        O meu problema é que todas as coisas que eu penso acabo achando que não significaria nada perto do que ele significa pra mim.
        Eu conheço esse cara a, quase, 3 anos e já passamos por situações engraçadinha. Além disso ele é muito fofo (tão fofo que parece um bebê gigante), de vez enquando ele é um babaca mais sempre concerta tudo com a sua sensibilidade tocante (ele não é gay, mas eu sei que ele sabe que eu sei de uma história).
       Resumindo, ele é o melhor Best que alguém poderia querer.
       Na verdade eu tenho a sorte de ter os dois melhores Best do mundo. Um é esse gato de olhos castanhos esverdeados e a outra parece uma das mulheres fofinhas dos quadros renascentistas (Aless, aguarda que o teu aniversário já chega) . Além disso essas são pessoas muito especiais e que, sem eles, a minha vida não faria sentido ( literalmente). 
        Bem, ele não vai ganhar um presente mas ganhou um post.    

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Criatividade já!

        Como se dá o processo criativo? Esse é o eterno mistério da humanidade. Outra coisa que eu não entendo é como tem gente que se senta e faz sempre as redações em 20 minutos. Eu só consigo achar duas explicações. 1= A pessoa tem uma super imaginação que se manifesta sempre que acontece uma redação. Ou 2= A pessoa não tem imaginação nenhuma e, Alesandra que me perdoe, faz tudo pelos métodos insuportáveis.
        Eu não sei o porque mais a minha maginação sempre foge quando eu quero e passo quase o tempo todo rabiscando, olhando pro teto ou cantarolando. E faltando só 10 minutos para terminar o tempo da redação, surge uma história fantásticana minha cabeça e sempre tenho que escrever correndo.
        Resumindo, a minha imaginação é independente!

Fazer o que ?

        Geralmente quando eu vou fazer um post eu sento, quando tenho bastante tempo, em frete ao computador, abro a página para uma nova postagem e geralmente levo 10 minutos escrevendo algma coisa que me "dá na telha". Hoje não. Hoje, pela prmeira vez, escrevi em uma folha de papel [ o que vai me dá um trabalhão pra apagar( Sim, eu tenho conciência ecolgica, nem que ela seja pequinina)] para depois passar pro pc.
        Eu sei que esse post deve estar confuso, e que terá que ler umas três vezes antes de realmente o entender, mas ele foi feito com a melhor das intenções.

domingo, 2 de maio de 2010

L'amour

        Amor. O que é o amor? É, como o Breno disse em  http://palavrasprapensar.blogspot.com/, só uma palavra que não serve para demonstrar o que sentimos ou é, como canta o Rammstein http://www.youtube.com/watch?v=uo36v-KHOYk , "Um animal selvagem"?
        Particularmente eu acredito que o amor é uma palavra que demonstra a tentativa de se descrever um ser/sentimento selvagem que te domina e te faz morrer. Porque o nosso amor faz o nosso tempo ser estrangulado de tão lento que passa.
     

Eu te amo!

 Eu te amo
 Eu te amo muito mais eu não sei dizer.
 Eu não sei.
 Eu não sei dizer
 Eu não sei se te amo.
 Não!
 E sei que te amo.
 Eu quero dizer!
 Mas devo?
 Devo fazer isso com você?
 Devo fazer você ficar em dúvida?
 Não quero acabar com o que temos.
 Não quero continuar a sentir o seu toque,
 a viajar cada vez que olho nos seus olhos
 a sentir suas mãos quentes em meu pescoço
 a sorrir a cada vez que te vejo animado.
 Não quero continuar com isso sem você saber.
 Não quero!
 Eu só quero você!
 Eu só quero ... não eu não quero nada.
 Só quero deixar tudo pra lá.
 Só quero tentar me esquecer.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Unhas

        Eu sei que esse post é muito menininha mais vale a pena. Eu selecionei as melhores unhas que achei em uma matéria sobre nail art. Se você quiser ver todas passa no http://mtv.uol.com.br/marimoon/blog/inspiracoes-para-fas-de-nail-art.
         Só falta saber se você usaria unhas assim!















Esse é o Print Style.
Candy Sweet ( Eu Quero!)
Disco Dripping ( Eu Quero![2])
American Girl ( Super Telephone!)
Poison Apple ( Lembrou de algo?)
California 1985 ( É pra quem tem atitude!)

Banda Maldita!

        Maldita uma banda maravilhosa de personalidade e temperamento forte. Maldita é uma banda espetacular que tem como integrante o lindo Erich Mariani, (o que eu posso fazer se ele tem uma linda cara de malvado?) que faz o vocal.
Erich Mariani
        Os outros integrantes são Lereu na guitarra, Magrão com uma forte linha de baixo e Vidaut com uma bateria perfeita.
         Embora seja uma banda relativamente jovem, com só nove aninhos, eles já tem três cds incluindo um lançado esse ano. Além de ter feito doze shows fora do Brasil essa banda carioca abriu o dois shows do grande Marilyn Manson. 
        "Mortos ao Amanhecer" foi o primeiro disco deles lançado em 2005 dele saiu as músicas que foram, e são até hoje, os seus maiores sucessos e chegaram a passar na programação da MTv brasileira, tudo bem que foi de madrugada mais é Maldita, tudo vale. 
             Faixas
      
            1. "Motel 666" 2. "Asas de Inseto" 3. "Que Eu Odeio" 4. "Estrela de Fogo" 5. "Ossos Brancos" 6. "Anatomia" 7. "O Homem Com O rosto Cortado" 8. "Malachi" 9. "Falsidade" 10. "Os Híbridos" 11. "Carne Para Uma Rainha"
       (em negrito se encontram as suas músicas mais famosas)

Paraíso Perdido é o seu segundo disco da banda, ele foi produzido Pedro Burckauser, que na época era o seu técnico de som. O disco foi lançado em julho de 2007 e obteve ótimas críticas para uma banda relativamente desconhecida.


quarta-feira, 21 de abril de 2010

16 anos !

        Fiz 16 anos, e dai? Nada.
        Fiz aniversário hoje e me sinto a mesma pessoa vazia de ontem.
        Não tem nada de novo para mim fazer aniversário pois eu já tinha feito 15 aniversários antes desse, tudo bem que não lembro de metade mais eles contam, e tudo é igual. Tem sempre pessoas com sorrisos falsos e abraços distântes. Os mesmos desejos, engraçado que as pessoas nem se dão ao trabalho de mudar a ordem das palavras, falsos de felicidades.O meu mesmo sorriso de vergonha com uma pontinha de tédio. E a mesma vontade enorme de bater em alguém. 
        O bom desse aniversário é que, acho, pela primeira vez passei meu aniversário só com pessoas que amo e ganhei coisas que queria, não que essa parte seja o mais importante.
         Sobre os presentes um é o cd "SEGUNDO ATO" do TEATRO MÁGICO (grupo que eu adoro pela irreverência e pelo jogo de palavras) e uma sesão de cinema para Alice (quem lê o blog sabe que eu amo) com os meus migs. Todos que quiserem ir (ouviram?) e que eu espero que apareceram.

Capa do cd "Segundo Ato"
A trupe "O Teatro Mágico"

A Valkíria

        Eu sei que fiquei muito tempo sem escrever, foi mal, mais hoje é o meu aniversário de 16 anos(depois falo mais) e ontem eu recebi uma coisa muito linda! Era um poema (desculpe mais fico muito sentimental com presentes feitos especialmente para mim!).
        A história é o seguinte: O meu querido amigo L.(não sei se ele me autoriza a escrever o seu nome) me perguntou o que eu queria de presente. Eu respondi que queria um beijo e um abraço. Ele disse que queria me comprar um livro. Eu protestei e eu acabei ganhando de aniversário um beijo, um abraço e um poema feito por ele.
O poema segue
 A Valkíria

As Valquírias de outrora
Sete guerreiras imortais
Apareciam depois de batalhas
Para buscar as almas dos mortais

Mas não buscavam a todas
Apenas as dos melhores guerreiros
Que levavam ao palácio dos deuses
Assim, de janeiro a janeiro

Tu es a oitava Valkíria
E escolhe como as outras sete
Os melhores dentre os melhores
Tua amizade lhes promete

Mas comigo não foi só isso
Aqui houve uma inversão
Desta vez também te levo
Para dentro do meu coração
Escrito por Luciano
( o que eu posso dizer fora A-M-E-I!!!!!!!!!!)


quinta-feira, 8 de abril de 2010

Não! Não é isso!

        Não! Eu não vou escrever sobre chuvas. Não! Me cansa ficar sabendo que a cada minuto acharam mais corpos, que outro pai/mãe de família morreu. Juro que não é insensibilidade. É uma questão de prática.Afinal o que eu posso fazer sabendo que morreram 129 pessoas?( é uma pergunta retóriaca!) Nada.
        As nossas mídias atuais focam muito no que aconteceu e não o que podemos fazer para ajudar. Quantas vezes você já ouviu a Fátima B. falar " Sobe o número de expécies em extinção" ou " O desmatamento aumentou em X%". E quantas vezes você já a ouviu falar "Medidas simples como a reciclagem e a reutilização de embalagens podem ajudar a reduzir ...".
        Eu adoraria ligar o meu rádio e ouvir a mulher chata falar "ocorreu uma grande tragédia no Rio de Janeiro você e eu somos responsáveis por 129 mortes e como humanos devemos auxiliar as tantas pessoas que perderam suas casas e famílias. Quem poder dar ajuda materia ligue para a defesa civil e deposite a sua doação em um dos postos. Você que não tem como prestar ajuda material se ligue para a defesa civil e ajude com a sua força de trabalho e sua solidariedade.
        Afinal, nós cosumimos as madeiras ilegais estraidas dos morros que dasabaram, nós usamos as milhares de embalagens que ajudam a àgua a inundar nossas casas, nós fizemos os túneis no meio dos morros.
       Afinal, sempre fomos nós e ela (a bela terra) só está nos devolvendo na mesma moeda.
 [Não consegui evitar, falei das chuvas XD]

sexta-feira, 19 de março de 2010

Talvez

        Espero um dia casar. Espero um dia ter filhos. Espero um dia amar de novo. Só espero. Não rezo. Não faço. Não engano me. Só espero. Talvez a espera canse. Talvez uma rosa te cause feridas. Talvez você não me ame. Talvez não te entregue minha vida. Espero você ir como que tem certeza que o sol nasce. Espero você voltar. Será que é tão bom assim se enganar? Porque eu te espero com vontade. Com vontade de quem se prende a vida,  se segura em um futuro desconhecido. Com vontade de quem se entrega a um estranho, amigo intimo desconhecido. Por que não paro? Por que não vivo. Viver de que ? Viver para que? Por que sonhar?  Como sentir? Como deixar pequenas coisas apagarem escritos de pedra? Como ter alma e ser burra? Se os desafinados tem, por que nós os idiotas não? Sem coração não se sente. Sem coração não se tem. Sem coração não se respira. Sem coração não se existe. Então. Por que continuar ? Por que? Por que você? Por que eu com você? Por que você insiste em fazer? Por que você não para? Por que você não me ama? Por que você diz que sim e continua a fazer? Não quero saber o porque. Não quero saber de você. Não quero querer. Não quero nada! Só quero não querer!    

quarta-feira, 10 de março de 2010

Como ser novo de novo?

        Começo de ano letivo, sou repetente e por isso estou no nono ano de novo. Sala nova, tudo novo. Mas como ser novo se é de novo? No começo do ano pensei "Ai, tudo de novo. As mesmas matérias os mesmos dias, as mesmas aulas e a mesma vontade de matar a educação física.".
        Eu entrei em uma sala estranha, embora tenha tido aula nela ano passado, e cheia de pessoas que eu não conhecia. Não durou muito e logo o René ( nome fictício) falou "Você na minha turma. Não creio. Chega aqui.". Depois vi a Paula ( sempre uso nomes fictícios!) no canto. Então nem tudo era velho e agora era novo.
        Me peguei perguntando "Como assim novo de novo?!" e descobri sem querer, acho que tudo que eu entendo é sem a intenção, que quando se repete não se vai ver as mesmas coisas e sim coisas diferentes. Novas pespectivas e alternativas nunca pensadas antes que podem ser aplicadas na sua vida. Coisas novas e incríveis. 
        Foi então que eu percebi que por mais que esse mundo seja real ele é o da Alice e só dela. Porque, afinal, mesmo não sendo loira eu (todos nós) somos meio malucos e vivemos em nosso próprio mundo e isso, embora não possa parecer, é simplesmente A-D-O-R-Á-V-E-L. 
        Embora nós estejamos vivendo em um mundo que é horrendamente rápido, acho que deviamos tirar uns segundo e mostrarmos para as outras pessoas como enxergamos o mundo em que vivemos, afinal o que seria das pessoas se só o seu mundo existisse?  
                                                   

domingo, 7 de março de 2010

Der Junger und die Mädchen*

      Hoje eu estava conversando com o meu namorado e ele me contou uma história de um menino e uma menina. Só no meio da história é que eu fui perceber que era a nossa história. A história do nosso primeiro beijo e me fez a pessoa mais feliz do mundo. * o significado do título é " O menino e a menina" e está em alemão.  A história que ele contou foi a seguinte:
                   O Nosso Primeiro Beijo
      " A menina ao olhar para o céu, em seus pensamentos fixo no céu, e o menino ficou olhando a menina olhando pro céu e achou uma coisa em comum! - Ela também gosta de ver as estrelas.
        Agora eu falarei alguma coisa que aconteceu quando o menino estava no banco e a menina estava ao lado dele. Ele ficou com o braço atràs dela, com a mão no ombro e retirou só para mudar de posição.A menina não gostou. Pegou o braço do menino, querendo ele mais perto dela.O menino ficou muito contente em seu braço ser requerido pela menina.
        O menino, por sua vez, se mudou de lado. Ele estava do lado direito dela e agora foi para o lado esquerdo. O menino ficou prestando atenção no que estava acontecendo mais adiante, olhado reto, fingiu que não sabia que a menina estava olhando para ele como se ela estivese hipinotizada/babando/ ou simplismente olhando pro menino. Ele ficou tão feliz por dentro que quase sorriu, mas fez cara de sério.
        O menino olhou para a menina, a menina olhou para o menino. Fez quase mágica. O menino, ao olhar para a menina nos olhos, pensou que o "menino dos olhos" de ambos* poderiam fazer um acordo e esse acordo poderia ser bem legal em que ambos poderiam ficar juntos, dar abraços, beijos e carinho entre ambos. Um "acordo" que poderia ser feito sem que escrevessem um documento concordando com a burocracia vingente.
        Mas o olhar da menina foi como uma mágica para o menino, quase falando como nos desenhos animados! Então, o menino falou que se ele quisesse uma coisa que a menina talvez não quisesse, mas também poderia querer e era uma coisa que ele queria fazer. Mas o menino estava com medo de fazer algo e depois apanhar por não poder fazer tal coisa.
        Será que a menina poderia fazer um negócio?
       O menino queria muito fazer algo, no pensamento dele ele queria dar um beijo na menina e achava que a menina também queria beijá-lo, pois o menino percebeu que a menina estava admirando o menino.
       Mas e se a menina só estava pensando em alguma coisa e estava olhando apenas para ele?
       Então o menino pensou que se ela olhava para o menino, olhava para o seu cabelo, seu nariz, seus olhos, essa coisas e seu corpo se aproximava. O menino também percebeu que quando a menina olhava para ele algo no seu peito tremia mais rápido, podia ser seu coração.
       Ele ficou falando para a menina que queria fazer algo que ele achava que a menina também queria fazer, mas tinha vergonha ou receio de fazer pois o menino, como tínhamos falado antes, era meio tímido. E então, o menino ao ficar olhando para a menina sentiu que deveria fazer o que ele estava querendo fazer. O que seu coração mandava, então se aproximou da menina. Mui bela era a menina. Ele se aproximou, colocou uma de suas mãos no ombro da menina e a outra mão o menino colocou no rosto da menina fazendo uma "trilha" partindo do queixo à nuca, suavemente se aproximou da menina. E então não beijou. Ele ficou com a boca perto da menina deixando a menina escolher se recebia o beijo no rosto ou na boca. Então em uma decisão de ação-pensamento-reação, foi de apenas 1,5 segundos.
       E o menino que escreve agora ficou impressionado como nosso cérebro é incrivel porque em uma fração de segundos escolheu seu destino.Que traçado, fazendo 8 meses, que esse menino é muito apaixonado por essa menina e sente muita falta dessa menina pois não ve sua amada todos os dias."

      Ass.: Edimilson menino apaixonado
 * ele quis dizer o reflexo dele nos meus olhos.
               

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Skoob

Sabe, outro dia eu estava assistindo tv e derrepente apareceu uma guria falando de um site que me pareceu interesante. Eu, como toda curiosa, corri para o computador, sem esperar para ver o fim da entrevista, e entrei no site. o wwww.skoob.com, esse é um site charmosinho que fala sobre uma de minhas paixões, LIVROS!
Por mais que algumas pessoas me digam que a idéia de se ter uma estante virtual de livros é totalmente horrenda, eu achei o máximo poder fazer um poder ter um registro de todos os livros que eu já li.
O site se torna super interessante por que te permite visualizar as capas dos livros que você pesquisa (fica mais fácil saber se é o livro certo), se comunicar com pessoas e trocar esperiencias atravez das suas leituras. Outra coisa ótima é que você pode trocar livros, e dizer aos outros quais são os seus "desejados" além dos seus favoritos.
A idéia do site, pelo menos no meu ver, é reunir pessoas pelos livros, porém se você tem amigos que usam esse site é bom ficar de olho porque você pode acabar encontrando o presente perfeito para que seu amigo especial.
Para quem ficou interesado é bom dar uma passadinha no http://www.skoob.com.br/ e se cadastrar, além de me encontrar http://www.skoob.com.br/perfil/valkis e xeretar os livros que eu ando lendo, afinal quem não adora xeretar?

Alice!!!

Como resumir o novo filme do magnífico diretor Tim Burton em uma frase? Simples é só dizer "Dia 5 de maio estreia, só nos E.U.A, o que promete ser o melhor filme em décadas". Tá, talvez dizer "melhor filme em décadas" seja um pouco de exagero mas o que seria do Tim sem exageros?
Para quem não sabe teremos que esperar mais de um mês após o lançamento nos E.U.A para conferirmos:

 Helena Bonham Carter(mulher do Tim e fez 'Sweeny Todd, além de ser uma super atriz),

Crispin Glover (o cara tarado por cheiros em 'As Panteras 2'),

Christopher Lee (Sem comentários),

Matt Lucas (super engraçado,adoro!),

Anne Hathaway ( muito fofa em 'O Diabo Veste Prada')e o perfeito

Johnny Depp. Pelo elenco dá pra perceber que o filme será um espetáculo, por fim só resta a nós, fãs da combinação Johnny + Burton, esperarmos até 16 de Abril para assistirmos a essa "futura" maravilha do cinema.

sábado, 23 de janeiro de 2010

O Título

Embora Valkíria seja um nome mítico isso não tem nada haver com esse blog, ele vai falar sobre qualquer coisa idiota que vier a minha cabeça. Só coloquei esse nome porque ele é meu, está na certidão se alguém quiser conferir, e eu gosto dele. Não que eu morra de paixão por esse nome, mas ele é meu e só isso. XD