terça-feira, 27 de abril de 2010

Unhas

        Eu sei que esse post é muito menininha mais vale a pena. Eu selecionei as melhores unhas que achei em uma matéria sobre nail art. Se você quiser ver todas passa no http://mtv.uol.com.br/marimoon/blog/inspiracoes-para-fas-de-nail-art.
         Só falta saber se você usaria unhas assim!















Esse é o Print Style.
Candy Sweet ( Eu Quero!)
Disco Dripping ( Eu Quero![2])
American Girl ( Super Telephone!)
Poison Apple ( Lembrou de algo?)
California 1985 ( É pra quem tem atitude!)

Banda Maldita!

        Maldita uma banda maravilhosa de personalidade e temperamento forte. Maldita é uma banda espetacular que tem como integrante o lindo Erich Mariani, (o que eu posso fazer se ele tem uma linda cara de malvado?) que faz o vocal.
Erich Mariani
        Os outros integrantes são Lereu na guitarra, Magrão com uma forte linha de baixo e Vidaut com uma bateria perfeita.
         Embora seja uma banda relativamente jovem, com só nove aninhos, eles já tem três cds incluindo um lançado esse ano. Além de ter feito doze shows fora do Brasil essa banda carioca abriu o dois shows do grande Marilyn Manson. 
        "Mortos ao Amanhecer" foi o primeiro disco deles lançado em 2005 dele saiu as músicas que foram, e são até hoje, os seus maiores sucessos e chegaram a passar na programação da MTv brasileira, tudo bem que foi de madrugada mais é Maldita, tudo vale. 
             Faixas
      
            1. "Motel 666" 2. "Asas de Inseto" 3. "Que Eu Odeio" 4. "Estrela de Fogo" 5. "Ossos Brancos" 6. "Anatomia" 7. "O Homem Com O rosto Cortado" 8. "Malachi" 9. "Falsidade" 10. "Os Híbridos" 11. "Carne Para Uma Rainha"
       (em negrito se encontram as suas músicas mais famosas)

Paraíso Perdido é o seu segundo disco da banda, ele foi produzido Pedro Burckauser, que na época era o seu técnico de som. O disco foi lançado em julho de 2007 e obteve ótimas críticas para uma banda relativamente desconhecida.


quarta-feira, 21 de abril de 2010

16 anos !

        Fiz 16 anos, e dai? Nada.
        Fiz aniversário hoje e me sinto a mesma pessoa vazia de ontem.
        Não tem nada de novo para mim fazer aniversário pois eu já tinha feito 15 aniversários antes desse, tudo bem que não lembro de metade mais eles contam, e tudo é igual. Tem sempre pessoas com sorrisos falsos e abraços distântes. Os mesmos desejos, engraçado que as pessoas nem se dão ao trabalho de mudar a ordem das palavras, falsos de felicidades.O meu mesmo sorriso de vergonha com uma pontinha de tédio. E a mesma vontade enorme de bater em alguém. 
        O bom desse aniversário é que, acho, pela primeira vez passei meu aniversário só com pessoas que amo e ganhei coisas que queria, não que essa parte seja o mais importante.
         Sobre os presentes um é o cd "SEGUNDO ATO" do TEATRO MÁGICO (grupo que eu adoro pela irreverência e pelo jogo de palavras) e uma sesão de cinema para Alice (quem lê o blog sabe que eu amo) com os meus migs. Todos que quiserem ir (ouviram?) e que eu espero que apareceram.

Capa do cd "Segundo Ato"
A trupe "O Teatro Mágico"

A Valkíria

        Eu sei que fiquei muito tempo sem escrever, foi mal, mais hoje é o meu aniversário de 16 anos(depois falo mais) e ontem eu recebi uma coisa muito linda! Era um poema (desculpe mais fico muito sentimental com presentes feitos especialmente para mim!).
        A história é o seguinte: O meu querido amigo L.(não sei se ele me autoriza a escrever o seu nome) me perguntou o que eu queria de presente. Eu respondi que queria um beijo e um abraço. Ele disse que queria me comprar um livro. Eu protestei e eu acabei ganhando de aniversário um beijo, um abraço e um poema feito por ele.
O poema segue
 A Valkíria

As Valquírias de outrora
Sete guerreiras imortais
Apareciam depois de batalhas
Para buscar as almas dos mortais

Mas não buscavam a todas
Apenas as dos melhores guerreiros
Que levavam ao palácio dos deuses
Assim, de janeiro a janeiro

Tu es a oitava Valkíria
E escolhe como as outras sete
Os melhores dentre os melhores
Tua amizade lhes promete

Mas comigo não foi só isso
Aqui houve uma inversão
Desta vez também te levo
Para dentro do meu coração
Escrito por Luciano
( o que eu posso dizer fora A-M-E-I!!!!!!!!!!)


quinta-feira, 8 de abril de 2010

Não! Não é isso!

        Não! Eu não vou escrever sobre chuvas. Não! Me cansa ficar sabendo que a cada minuto acharam mais corpos, que outro pai/mãe de família morreu. Juro que não é insensibilidade. É uma questão de prática.Afinal o que eu posso fazer sabendo que morreram 129 pessoas?( é uma pergunta retóriaca!) Nada.
        As nossas mídias atuais focam muito no que aconteceu e não o que podemos fazer para ajudar. Quantas vezes você já ouviu a Fátima B. falar " Sobe o número de expécies em extinção" ou " O desmatamento aumentou em X%". E quantas vezes você já a ouviu falar "Medidas simples como a reciclagem e a reutilização de embalagens podem ajudar a reduzir ...".
        Eu adoraria ligar o meu rádio e ouvir a mulher chata falar "ocorreu uma grande tragédia no Rio de Janeiro você e eu somos responsáveis por 129 mortes e como humanos devemos auxiliar as tantas pessoas que perderam suas casas e famílias. Quem poder dar ajuda materia ligue para a defesa civil e deposite a sua doação em um dos postos. Você que não tem como prestar ajuda material se ligue para a defesa civil e ajude com a sua força de trabalho e sua solidariedade.
        Afinal, nós cosumimos as madeiras ilegais estraidas dos morros que dasabaram, nós usamos as milhares de embalagens que ajudam a àgua a inundar nossas casas, nós fizemos os túneis no meio dos morros.
       Afinal, sempre fomos nós e ela (a bela terra) só está nos devolvendo na mesma moeda.
 [Não consegui evitar, falei das chuvas XD]