quarta-feira, 12 de maio de 2010

16 anos ![2]

        Eu já disse que não vejo graça em comemorr aniversário de 16 anos, mas eu não gosto e comemorar o MEU aniversário. Adoro comemorar o aniversário dos outros!
        Eu tenho um amigo muito fofo ( visita ai http://palavrasprapensar.blogspot.com/ ) que faz aniversário na sexta e não sei o que dar de presente pra ele. Não, eu não deixei pra pensar nisso de última hora, eu já estou pensando pensando nisso desde o meu aniversário (no longe 21 de abril) e até agora nada.
        O meu problema é que todas as coisas que eu penso acabo achando que não significaria nada perto do que ele significa pra mim.
        Eu conheço esse cara a, quase, 3 anos e já passamos por situações engraçadinha. Além disso ele é muito fofo (tão fofo que parece um bebê gigante), de vez enquando ele é um babaca mais sempre concerta tudo com a sua sensibilidade tocante (ele não é gay, mas eu sei que ele sabe que eu sei de uma história).
       Resumindo, ele é o melhor Best que alguém poderia querer.
       Na verdade eu tenho a sorte de ter os dois melhores Best do mundo. Um é esse gato de olhos castanhos esverdeados e a outra parece uma das mulheres fofinhas dos quadros renascentistas (Aless, aguarda que o teu aniversário já chega) . Além disso essas são pessoas muito especiais e que, sem eles, a minha vida não faria sentido ( literalmente). 
        Bem, ele não vai ganhar um presente mas ganhou um post.    

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Criatividade já!

        Como se dá o processo criativo? Esse é o eterno mistério da humanidade. Outra coisa que eu não entendo é como tem gente que se senta e faz sempre as redações em 20 minutos. Eu só consigo achar duas explicações. 1= A pessoa tem uma super imaginação que se manifesta sempre que acontece uma redação. Ou 2= A pessoa não tem imaginação nenhuma e, Alesandra que me perdoe, faz tudo pelos métodos insuportáveis.
        Eu não sei o porque mais a minha maginação sempre foge quando eu quero e passo quase o tempo todo rabiscando, olhando pro teto ou cantarolando. E faltando só 10 minutos para terminar o tempo da redação, surge uma história fantásticana minha cabeça e sempre tenho que escrever correndo.
        Resumindo, a minha imaginação é independente!

Fazer o que ?

        Geralmente quando eu vou fazer um post eu sento, quando tenho bastante tempo, em frete ao computador, abro a página para uma nova postagem e geralmente levo 10 minutos escrevendo algma coisa que me "dá na telha". Hoje não. Hoje, pela prmeira vez, escrevi em uma folha de papel [ o que vai me dá um trabalhão pra apagar( Sim, eu tenho conciência ecolgica, nem que ela seja pequinina)] para depois passar pro pc.
        Eu sei que esse post deve estar confuso, e que terá que ler umas três vezes antes de realmente o entender, mas ele foi feito com a melhor das intenções.

domingo, 2 de maio de 2010

L'amour

        Amor. O que é o amor? É, como o Breno disse em  http://palavrasprapensar.blogspot.com/, só uma palavra que não serve para demonstrar o que sentimos ou é, como canta o Rammstein http://www.youtube.com/watch?v=uo36v-KHOYk , "Um animal selvagem"?
        Particularmente eu acredito que o amor é uma palavra que demonstra a tentativa de se descrever um ser/sentimento selvagem que te domina e te faz morrer. Porque o nosso amor faz o nosso tempo ser estrangulado de tão lento que passa.
     

Eu te amo!

 Eu te amo
 Eu te amo muito mais eu não sei dizer.
 Eu não sei.
 Eu não sei dizer
 Eu não sei se te amo.
 Não!
 E sei que te amo.
 Eu quero dizer!
 Mas devo?
 Devo fazer isso com você?
 Devo fazer você ficar em dúvida?
 Não quero acabar com o que temos.
 Não quero continuar a sentir o seu toque,
 a viajar cada vez que olho nos seus olhos
 a sentir suas mãos quentes em meu pescoço
 a sorrir a cada vez que te vejo animado.
 Não quero continuar com isso sem você saber.
 Não quero!
 Eu só quero você!
 Eu só quero ... não eu não quero nada.
 Só quero deixar tudo pra lá.
 Só quero tentar me esquecer.